Páginas

segunda-feira, outubro 22, 2012

Fragmentos e Transições.


Em minha boca entreaberta,
As frases são vertiginosas.
Reflexões e fragmentos,
De uma mente ciosa.

Não vejo meu olhar.
A luz a muito se perdeu.
Nas voltas e curvas,
Não se acha mais meu eu

Ainda há algo a sobejar?
Promessas vazias, vultos ausentes
Atos cruéis que surgem
Esmagam meus sonhos latentes.

Em meu mundo sereno
ninguém fica, ou vê.
Nada sabem...
Não existem contos, ou encantos
que me façam olvidar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
This work by Sara Müssnich is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License. O Plágio é crime e está previsto na lei N° 9610 sobre direitos autorais.