Páginas

domingo, abril 27, 2014

Perdida

Subiu e foi.

Caminhando além da margem do rio trovejante.

Ébria com o aroma das damas da noite...

Tomou-lhe das mãos o cálice de tulipas e

engoliu aos poucos o líquido amarelado.

Mesmo assim, afogou-se no gozo da desgraça, que lhe escorria pelos cantos da boca.

segunda-feira, março 17, 2014

Ruínas

Em vôo noturno,
Minhas asas em cinzas.
Me levam para baixo,
Caindo em círculos.
As mãos feridas.
Os pulmões vazios
Pagando o preço por viver no paraíso.
Licença Creative Commons
This work by Sara Müssnich is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License. O Plágio é crime e está previsto na lei N° 9610 sobre direitos autorais.