Páginas

sábado, novembro 12, 2011

Estremecido

Há em tuas palavras, cada apelo meu.
Tua voz permanece alimentando-me os sonhos.

Em agonia, vejo-lhes acossando.

Observando-lhe jazida ao âmbito.

Veste-me com tua venda proditória.


Tú segues negando...
E eu acreditando.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
This work by Sara Müssnich is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License. O Plágio é crime e está previsto na lei N° 9610 sobre direitos autorais.